É realmente importante partilhar certos momentos da sua vida pessoal nas redes sociais?

É realmente importante partilhar certos momentos da sua vida pessoal nas redes sociais?

É daqueles utilizadores que partilha tudo e mais alguma coisa nas redes sociais…?

Já parou para refletir se é realmente importante partilhar certos momentos da sua vida pessoal nas redes sociais?

O facto é que o aparecimento das redes sociais impulsionou uma grande mudança comportamental à escala global. A facilidade de comunicação em tempo real, assim como a facilidade de partilha, criaram novos hábitos e novas formas de relacionamento.

Atualmente a ansiedade das pessoas em partilhar algo novo diariamente nas redes sociais é tão grande, que por vezes não pensam nas consequências que determinado tipo de comentários, fotos ou vídeos podem ter na sua vida profissional.

Acredite há certos momentos da sua vida que deve manter em privado!

Por exemplo, há candidatas que antes de eu as chamar para uma entrevista de emprego, já as vi quase nuas no Instagram e no Facebook. Sei o que comeram ontem e anteontem, sei que fizeram uma nova tatuagem ou colocaram um novo piercing.

Não há nada de errado em colocar um piercing ou fazer uma tatuagem, apenas não há necessidade de partilhar esses momentos publicamente nas redes sociais.

Não se iluda, os potenciais recrutadores fazem uma pesquisa online dos seus candidatos.

Tenha certos cuidados com todas as publicações que possam ser de algum modo excessivas ou que demonstrem algum comportamento menos profissional.

Seja discreto, utilize o seu bom senso quando faz exposições públicas!

Evite partilhas como:

  • Fotos ou vídeos constrangedores sobre a sua vida pessoal (aproveite para ler o artigo: Que tipo de fotografias partilha no Facebook?);
  • Comentários sobre a empresa onde trabalha ou sobre o seu trabalho;
  • Partilha de momentos de lazer em horário laboral;
  • Comentários pessoais sobre política ou sobre assuntos muito polémicos.

 

Neste momento deve estar a pensar: “… mas as pessoas podem partilhar o que quiserem nas redes sociais!  As entidades recrutadoras não têm que andar a vasculhar essas informações sobre os candidatos!”

Sim… as pessoas são livres para publicarem o que quiserem, mas qual a necessidade de mostrar publicamente todos os momentos da sua vida? Pense..!


Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Veja aqui a nossa Política de Privacidade.